Tapirus pinchaque

Locais de ocorrências

A Anta-andina, também chamada anta-negra, pinchaque ou anta-da-montanha, pertence a espécie Tapirus pinchaque  é a menor espécie do gênero. Os adultos  geralmente medem torno de 1,8 metros  de comprimento e 0,75 a 1 metro  de altura no ombro.  Eles geralmente pesam entre 150 e 225 kg  e  as fêmeas tendem a ser cerca de 25 a 100 kg  mais pesadas que os machos.. O Tapir Montanha normalmente vive em altitudes entre 2.000 e 4.300 metros. e uma vez que nesta altitude rotineiramente temperaturas caem abaixo de zero, seus pelos longos  são  essenciais.  É encontrado na Colômbia, Equador, Peru e Venezuela.
Segundo a Lista Vermelha da IUCN seu estado de conservação é considerado em “perigo”.

O tipo de ameaça que sofre é a destruição de seu habitat, a caça, o fato de as populações estarem isoladas e em declínio. A anta-andina é um ungulado (mamífero com cascos com estrutura feita de queratina) que tem número ímpar de dedos.   Os membros são curtos, com quatro dedos nos membros anteriores e três nos posteriores, todos providos de pequenos casco.

A característica mais distinta da anta é sua narina, longa e flexível, que parece uma pequena tromba. Possui corpo robusto, cauda e olhos pequenos, crina sobre o pescoço .

 Ao contrário de todas as outras espécies de anta, o pelo é longo e preto, especialmente na parte inferior e flancos, chegando a 3,5 centímetros e os lábios brancos. Alimenta-se de folhas, frutos, vegetação aquática, brotos, gravetos, grama, caules, etc. Possui hábitos noturnos, porém também pode realizar atividades durante o dia. Quando vive em florestas, costuma usar trilhas já abertas, o que a torna mais vulnerável à caça.